top of page
  • Foto do escritorRicardo Duaik

Lenda ou Realidade? A Fascinante História do Mapinguari

Atualizado: 22 de mai.

Muitos já ouviram falar do Mapinguari e de suas características assustadoras: uma lenda amazônica do folclore brasileiro que se assemelha a uma preguiça gigante, mas com um único olho na testa e uma boca bem no meio do estômago. 👁‍🗨


Porém, enquanto alguns veem isso apenas como uma lenda, outros trazem relatos vivos e defendem com convicção sua existência.


Mas afinal, o Mapinguari é lenda ou realidade? Vamos juntos desvendar esse mistério, com um presente esperando por vocês no final! 🎁


Mapinguari, do jogo Aritana e a Pena da Harpia, deitado no divã se consultando com um psiquiatra.
"Crise existencial? Me conte um pouco mais sobre isso Mapinguari..."

Um ornitólogo chamado David Oren, interessado na área da criptozoologia, decidiu fazer algumas expedições pela Floresta Amazônica em busca do Mapinguari. Durante as décadas de 1980 e 1990, conduziu várias expedições, dedicando parte de sua carreira na busca dessa criatura.


Ele compilou diversos testemunhos e buscou evidências, mas nunca encontrou provas conclusivas que confirmassem sua existência como um animal vivo nos tempos atuais. 🤔


Existem várias teorias sugerindo que o Mapinguari poderia ser um remanescente das preguiças gigantes pré-históricas, conhecidas como Megatherium, ou Megatério em português.


Essas preguiças, que viveram há cerca de 20 mil anos nas Américas do Sul e do Norte, chegavam a ter o tamanho de um elefante de porte médio! 🐘


Mapinguari, do jogo Aritana e a Pena da Harpia, se olhando no espelho e vendo a figura de uma preguiça gigante.
"Alguém já te disse que você é a cara do seu avô?"

Já o povo Karitiana, uma comunidade indígena no estado do Amazonas, tem diversas histórias sobre o Mapinguari. Para eles, sua existência não é mera lenda, com relatos de encontros assustadores com o ser nas florestas da região.


Não são só eles! Comunidades ribeirinhas, seringueiros, caçadores e moradores rurais da Amazônia também compartilham relatos de encontros com o Mapinguari! 😮


Apesar de a comunidade científica receber muitos desses relatos com ceticismo, eles têm um papel significativo na cultura local, servindo tanto como alertas sobre os perigos da floresta quanto como lembretes da sua necessidade de preservação.


É com essa perspectiva que encontramos inspiração para desenvolver nossa própria versão do Mapinguari em 'Aritana e a Pena da Harpia'.


Mapinguari, do jogo eletrônico Aritana e a Pena da Harpia, dando um de seus rugidos.
"QUERO CAFÉ!"

No universo do jogo, ele é mais do que uma fera que habita a floresta. O Mapinguari se apresenta como um dos defensores do Equilíbrio, atuando como guardião da floresta contra todos que ameaçam seu frágil ecossistema.


Aliás, se observarem atentamente no jogo enquanto buscam muiraquitãs, notarão vestígios de uma antiga civilização, dizimada pela fera! A história dessa civilização é contada por meio das pinturas na caverna localizada ao pé da Montanha da Harpia. 🦅


Infelizmente, ainda não conseguimos provar a existência do Mapinguari nos dias de hoje, mas sua história permanece viva no coração de muitos. 🧡


Como uma homenagem ao seu papel de grande guardião da floresta, ele recebe destaque especial em 'Aritana e a Pena da Harpia'!


Capa do jogo Aritana e a Pena da Harpia.
Capa do jogo Aritana e a Pena da Harpia, que saiu também para PC em Mídia Física.

E qual é o presente que temos para vocês? Um 💥 QUADRINHO GRATUITO 💥 que explora ainda mais esse rico universo do folclore brasileiro.


Aritana e a Pena da Harpia vem acompanhado de um quadrinho para você mergulhar ainda mais fundo nessa aventura. Confira abaixo!


Garanta seu quadrinho “Merecedor” e conheça mais sobre o jogo Aritana e a Pena da Harpia, premiado jogo totalmente brasileiro!


Capa do quadrinho "Merecedor" do jogo Aritana e a Pena da Harpia.

Comments


bottom of page